o-que-voce-precisa-saber-para-realizar-um-live-streaming

O que você precisa saber para realizar um live streaming?

O live streaming, transmissão ao vivo, é uma ferramenta inovadora de marketing digital, que pode ser utilizada em eventos, reuniões, jogos eletrônicos e também no ensino. O recurso permite a distribuição de conteúdos, som e vídeo, em tempo real para uma quantidade de pessoas muito maior, ao contrário do evento presencial.

O live streaming  também possibilita a audiência de qualquer expectador que possua acesso a internet, economizando gastos com tranporte e poupando tempo. É acessível a todos os usuários e atende qualquer tipo de necessidade. Para quem está começando é bom lembrar tomar alguns cuidados para que o resultado final seja o esperado. Confira:

Conexão

A internet é parte vital do processo. A taxa de upload deve ser igual ou superior a 2MB, dedicada a um canal de streaming. Geralmente, os provedores oferecem 10% do valor contratado de upload, o que habilitaria uma conexão de 35MB de download a ser suficiente. Caso essa taxa não seja suficiente, ocorrerão bugs, como: telas pretas, delays no vídeo, travamento, entre outros. Isso torna a experiência frustrante, pois o vídeo começa a rodar apenas com a visualização de fotos.

Número de espectadores

É necessário saber em média quantas pessoas acessarão o streaming para que a banda de upload dedicada atenda à demanda. É comum assistir a um streamings com pouca popularidade, mas grande quantidade de viewers e, mesmo assim, ocorrer quedas na transmissão e constantes bufferings, carregamentos de vídeo.

Qualidade do equipamento e software

A captura da mídia é realizada por meio de câmeras e microfones. Naturalmente, webcams e microfones de notebooks serviriam para um streaming simples, mas para projetos de grande escala é interessante investir em equipamentos de qualidade. Uma mesa de corte será necessária caso mais de uma câmera seja utilizada. Alternativamente ao uso da mesa, há softwares que simulam essa função. Em seguida é necessário um encoder, que é um programa que transforma o sinal em um tipo de arquivo específico para web, para que o servidor receba esse sinal e consiga rodar no player.

Qualidade do local do streaming

O local deve ser bem iluminado e livre de interferências prejudicais, como ruídos. O ideal é utilizar bons microfones direcionados, especificamente, onde for necessário.

Broadcasting e destino final

Nesse ponto o sinal já codificado é retransmitido do servidor para a internet. Antes de liberar o sinal, o ideal é realizar alguns testes para evitar imprevistos. Quando o conteúdo atingir seu destino final, o espectador pode potencializar o alcance da mídia, compartilhando links em redes sociais e participando de chats que envolvem o streaming.

Para garantir que todos esses detalhes sejam atendidos, o recomendado é contratar uma empresa especializada, que fornece de qualidade e está preparada para os  possíveis imprevistos para todo tipo de demanda do cliente.

Gostou do artigo? Que compartilhar a sua experiência conosco? Não deixe de entrar em contato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *